Póvoa de Varzim: descubra como é bom viver aqui

Vila do Conde é uma cidade com muitos encantos. Desde as suas praias, aos locais históricos e aos eventos típicos da região: deixe-se apaixonar e descubra os motivos para visitar Vila do Conde!

As mais belas praias estão em Vila do Conde!

O concelho de Vila do Conde estende-se ao longo de 18 kms de praias de areia fina, muito procuradas pela sua pacatez, riqueza em iodo e qualidade ambiental, abrangendo as freguesias de Azurara, Árvore, Mindelo, Vila Chã e Labruge.

Pode desfrutar destas belas praias através dos passadiços que percorrem toda a costa, e apreciar uma grande diversidade de valores naturais e culturais, nomeadamente, e entre outros, a diversidade de fauna e flora – pode observar espécies únicas, e ainda a beleza dos extensos areais protegidos pelas dunas, as aldeias de pescadores e os afloramentos de depósitos marinhos.

Já se está a imaginar a passear por estas belas praias?

Momento para apreciar o riquíssimo artesanato de Vila do Conde!

Depois de passear pelo areal, pode aproveitar para apreciar o artesanato desta bela região! E pode começar pelo Museu das Rendas de Bilros, que abarca a tradição das Rendas de Bilros como próprio nome indica, cujo fabrico remonta ao século XVI, afirmando-se ao longo do tempo, como um dos mais expressivos ex-libris da cidade. Vila do Conde é, atualmente, o centro produtor de rendas de bilros mais importante do país, quer pela qualidade dos trabalhos, quer pelo número de pessoas que envolve. Preservando o passado, utilizam-se novos materiais, buscam-se novas aplicações nas decorações para as casas e para a moda e estabelecem-se contactos com centros produtores de rendas de bilros espalhados pela Europa.

Posteriormente, não pode faltar à Feira Nacional de Artesanato, desenvolvida há mais de 40 anos consecutivos, que mobiliza cerca de 200 artesãos e uma média de 400 mil visitantes por ano. Tem sido considerada, ao longo dos últimos anos, como “a maior e a melhor” do género que se realiza em Portugal. Em pleno coração da cidade, será possível apreciar o melhor e mais tradicional artesanato português, representativo das diferentes regiões do país.

E agora, como não poderia deixar de ser, iremos mostrar-lhe os típicos desportos que esta bela cidade possui, para completar a sua viagem em grande! Vem daí?

Visitar Vila do Conde requer uma passagem pelo Desporto!

Esta cidade é, indubitavelmente, um concelho de desporto, seja pela diversidade de modalidades que se praticam na extensa rede de equipamentos desportivos concelhios, como também pela quantidade e qualidade de quem as exercita.

Todo o concelho, para além dos seus espaços naturais, parques e jardins, está igualmente dotado de equipamentos desportivos, que permitem a prática dos mais variados desportos, sendo de destacar o ténis, a natação, o squash, o skate, o minigolfe, a equitação e, ao longo de toda a costa e no Rio Ave, a pesca desportiva e a pesca submarina, bem como uma variedade de desportos náuticos (remo, vela, surf, windsurf e canoagem, entre outros).

Além de todas as visitas e passeios, prepare-se para praticar algum género de desporto que mais gosta! Esta vai ser uma viagem rica e completa a vários níveis!

E já se deve estar a perguntar… Como é a gastronomia desta cidade?

Com tanta visita e desporto praticado, já começa a chegar a fome, não é verdade? Então não se preocupe, porque m Vial do Conde come do bom e do melhor!

Por ser terra de mar e de rio, os peixes e os mariscos dominam a oferta gastronómica, que podemos encontrar em muitos restaurantes locais. Assim, o peixe fresco pode variar todos os dias, mas há quase sempre uma grande diversidade, desde a sardinha à dourada, e da pescada à petinga. Se preferir outros sabores, encontra em Vila do Conde uma grande variedade de pratos com bacalhau ou o arroz de polvo.

Mas nesta região também é obrigatório experimentar as propostas das carnes, vindas da rica região agrícola: o cabrito assado, a costeleta de lombo, a posta, o tornedó ou o arroz de pato.

Por fim, nas sobremesas encontramos os doces conventuais, especialmente os deliciosos doces de ovos, que são uma tradição muito antiga. Além disso, perto das festas natalícias, a rabanada também está muito presente na cidade.

Agora que já se encontra de barriga cheia, prosseguimos viagem?

Conheça os monumentos históricos da cidade!

Em Vila do Conde não falta história, tradição e cultura! É uma cidade apaixonante e repleta de sítios para visitar. Venha connosco nesta viagem tão rica:

  • Forte de São João Baptista: também conhecido como Castelo de Vila do Conde e Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, esta antiga construção do século XVII está atualmente convertida numa unidade hoteleira. Por isso, se vai visitar Vila do Conde, porque não pernoitar neste requintado e charmoso hotel?
  • Igreja Matriz de Vila do Conde: um dos grandes ex-libris da cidade. Este templo, edificado no século XVI, chama a atenção de qualquer pessoa pelo seu belo arco manuelino presente na entrada, pelas suas grandes dimensões e pela sua riqueza decorativa. Além de tudo isto, o interior da igreja apresenta-se majestoso e acolhe uma sacristia onde se encontra o Museu de Arte Sacra de Vila do Conde. O melhor? A entrada é gratuita!
  • Museu das Rendas de Bilros: visitar Vila do Conde tem ainda paragem obrigatória neste museu, repleto da tradição artesanal desta região. Instalado na Casa do Vinhal, o museu inclui peças das mais diversas origens e acolhe a maior renda de bilros do mundo inteiro, certificada pelo “Guiness World Records”. Este espaço funciona ainda como escola para quem quiser aprender esta rica tradução da cidade.
  • Nau Quinhentista: depois da ida ao Museu, nada melhor do que ir conhecer uma réplica das caravelas de 1500, em que o seu interior oferece um vislumbre da vida marítima do século XVI. Além disso, aos domingos a entrada é completamente gratuita!
  • Cividade de Bagunte: a visita cultural continua por este antigo povoado, com uma cronologia de ocupação que se estende desde o século IV a.C. ao século IV d.C.. Este local conta com mais de 50 hectares de área, localizado a 206 metros de altitude, no Monte da Cividade.
  • Casa de José Régio: nesta viagem não pode faltar a visita à casa deste grande escritor, considerado um dos grandes criadores da moderna literatura portuguesa. Nos anos 60 do século XX, a casa sofre a última grande alteração, fruto da intervenção levada a cabo por José Régio, altura em que, definitivamente, adapta a casa aos seus gostos e de acordo com a funcionalidade desejada.
  • Teatro Municipal de Vila do Conde: não pode terminar esta visita sem conhecer o Teatro desta bonita cidade – tem atualmente uma das melhores salas de espetáculo do país, e é considerado uma referência no meio artístico nacional.
  • Aqueduto de Santa Clara: por fim, pode terminar a sua viagem passando por este Monumento Nacional, considerado o 4º mais belo do mundo pela revista National Geographic espanhola. Assim, este estende-se entre o Convento de Santa Clara, em Vila do Conde, até ao Terroso, em Póvoa de Varzim, e pode aproveitar para visitar também esta última cidade. O Aqueduto é um marco histórico da região e foi erguido no século XVIII com a finalidade de abastecer de água o Convento de Santa Clara.

 

Depois de tantos monumentos e história, nada melhor do que conhecer os eventos e diversão que esta cidade lhe pode trazer!

Os melhores eventos em Vila do Conde!

Tendo em conta a altura em que for visitar Vila do Conde, tem diversos eventos festivos à sua disposição, para se envolver mais com a cultura da região. Conheça-os:

  • Festas de São João: comemora-se a 24 de junho e celebra o Padroeiro São João, cuja imagem se venera na quinhentista Igreja Matriz. Assim, a programação tem como pontos altos a Procissão, a tradicional Ida à Praia e a Grande Noite de São João, com a participação dos Ranchos das rendilheiras do Monte e da Praça, a que se junta uma deslumbrante sessão de fogo de artifício.
  • Feira de Gastronomia: decorre durante a última semana de agosto e propõe um roteiro gastronómico pelos vários sabores das diferentes regiões do país, escolhendo o restaurante temático ou um dos restaurantes típicos, saltando pelas várias petisqueiras ou visitando os diversos stands que apresentam desde o pão tradicional aos bolos e biscoitos, dos enchidos às carnes fumadas, passando pelos queijos, compotas e geleias, ervas aromáticas, azeites e vinagres, mas também pelos chás e infusões ou ainda pelos vinhos, espumantes e digestivos.
  • Villa Sessions – International Blues Festival of Vila do Conde: decorre durante o mês de fevereiro e é coorganizado pela Dream Sessions e a Câmara Municipal de Vila do Conde. Este festival pretende dar voz ao Blues e posicionar-se como um festival de referência internacional, onde estarão representadas as várias formas de expressão deste estilo musical.
  • Tapete de flores – Procissão do Corpo de Deus: de 4 em 4 anos, no dia do Corpo de Deus, Vila do Conde partilha uma das tradições mais marcantes do concelho e das suas gentes. Os Tapetes de Flores antecedem semanas e semanas de muito trabalho a desfolhar toneladas de flores, numa árdua tarefa que só acaba no dia do Corpo de Deus. Além disto, há aqueles que se dedicam à conceção das formas, desenhando os motivos e construindo o que dará forma aos tapetes. Os desenhos são guardados em segredo até à véspera do Corpo de Deus.
  • Torneio de Basquetebol 24 horas 3×3: decorre durante o mês de julho e é considerado um dos melhores do género da Península Ibérica, sendo o único no formato de campo inteiro. Os jogos contam para o ranking mundial e tem o selo de qualidade oficial FIBA 3×3.
  • Vila do Conde Junior Tennis Cup: durante o mês de agosto pode aproveitar e ver a principal prova internacional da modalidade para jogadores juniores em Portugal. Este torneio é disputado por cerca de centena e meia de atletas com idades inferiores a 18 anos, oriundos de mais de duas dezenas de países, sendo pontuável para o ranking mundial.

 

Está pronto para visitar Vila do Conde e usufruir de uma viagem bonita e rica em cultura? Esta maravilhosa cidade está à sua espera!

Por fim, não pode deixar de conhecer os eventos festejos existentes da Póvoa de Varzim!

Conheça os melhores eventos da região, para que também e pode divertir nas típicas festas da Póvoa:

  • Festas de São Pedro: o feriado municipal é no dia 29 de junho. Por esta altura, os bairros e as janelas das casas são ornamentados e, na noite de 28 para 29 de junho, a população reúne-se em festa, dançando e comendo sardinhas assadas à luz das fogueiras. Além disso, os bairros tradicionais competem entre si nas “rusgas” e na criação dos tronos de São Pedro. No final, forma-se uma rusga final conjunta que representa a cidade.
  • Noite Branca: a Noite Branca decorre em agosto, numa iniciativa em que, simbolicamente vestidos de branco, poveiros e visitantes celebram a diversidade cultural. Assim, a diversão espalha-se pelo Largo do Passeio Alegre, na Praça da República, na Praça do Almada, na Praça 5 de Outubro e na Esplanada do Carvalhido e contam com alguns dos melhores DJs do panorama nacional.
  • Os Dias no Parque: em junho, a Câmara Municipal promove um evento que combina exibições desportivas, de dança e música (gratuito), que vão passando pelo palco do Parque da Cidade. De manhã à noite, muitas brincadeiras, inclusivamente os tão desejados insufláveis, estão disponíveis para toda a família.
  • Festival Internacional de Música: decorre em julho e ao longo dos 40 anos da sua existência, o FIMPV promoveu artistas de renome nacionais e estrangeiros, revelando jovens talentos portugueses através de parcerias com o Prémio Jovens Músicos da RDP e o Festival de Música do Estoril.
  • Correntes d’Escritos: é um encontro anual de escritores de expressão ibérica que decorre durante o mês de fevereiro. Normalmente, os escritores são provenientes de países e continentes onde se falam as línguas portuguesa e espanhola, desde a Península Ibérica, passando pela América Central e do Sul à África Lusófona. Este é um dos maiores e mais antigos festivais literários em Portugal.
  • Feira do Livro: adicionalmente à feira do livro realizada durante o Festival Literário Correntes d’Escritas, acontece anualmente em agosto, um segundo momento de dinamização do mercado livreiro e de incentivo à leitura. Valendo-se do clima festivo do verão, dos tempos livres das crianças em férias e do aumento do turismo, desde 1995, são realizadas conversas com escritores e programas variados dedicados às famílias com oficinas, teatro e concertos, que fazem parte da programação do evento.

 

Já se deixou apaixonar pelos encantos desta bela região da Póvoa de Varzim? Então venha até cá conhecer-nos e ver com os seus próprios olhos o quão bonito é viver aqui!

Artigos Relacionados

Visitar Vila do Conde: sinta-se em casa

Vila do Conde é uma cidade com muitos encantos. Desde as suas praias, aos locais históricos e aos eventos típicos da região: deixe-se apaixonar

Póvoa de Varzim: descubra como é bom viver aqui

Póvoa de Varzim é uma cidade encantadora para viver. Venha connosco nesta jornada de descoberta onde vamos explorar locais históricos, praias, gastronomia e muito

A Exímios é um Intermediário de Crédito vinculado com o número de registo 0004554

© 2022 Exímios | Todos os direitos reservados. AMI 12903 e Intermediação de crédito 4554
Política de Privacidade e Política de Cookies.

Que imóvel procura?

  • Limpar Filtros